Redutores de velocidade são construídos na Avenida 27 de Outubro

0

A Administração Municipal de Nova Alvorada do Sul através da Secretária de Obras iniciou a construção de redutores de velocidades nas Avenidas 27 de Outubro, o inicio das obras se deu inicio na ultima sexta-feira (04).

A instalação dos redutores era a grande reclamação dos pedestres e condutores que circulam pelo local, que já possui diversos acidentes no curto espaço de tempo desde sua inauguração em 2016.

O prefeito Arlei Barbosa esteve no local e verificando o andamento da construção do redutor de velocidade, e afirmou estar preocupado com os números de acidentes nessa Avenida, Arlei disse “Estamos iniciando a construção dos redutores de velocidades, estamos atendendo as reinvindicações da população e da Câmara Municipal e esperamos que com a construção dos redutores possamos diminuir os números de acidentes na Avenida”.

A Avenida 27 de Outubro é umas das recordistas em acidentes de trânsito, alguns motoristas aproveitam sua extensão e sem obstáculos para empreenderem altas velocidades em seus veículos e motocicletas desrespeitando os pedestres e as leis de trânsitos. Não se trata da instalação de redutores de velocidades para diminuírem os acidentes naquela localidade, inclusive poderá até aumentar os acidentes com motocicletas, pois muitos de forma indevida e imprudente ao invés de reduzirem a velocidade, irão passar com suas motocicletas no espaço deixado entre o redutor de velocidade e o meio fio, para escoamento das águas pluviais, podendo ocasionar graves acidentes, o que precisa é que os motoristas e motociclistas tenham respeito pelo pedestre e pelo outros motoristas que ali circulam com seus veículos diariamente.

Para que todos possam transitar com tranquilidade e segurança nas vias urbanas, atualmente, o Brasil conta com uma Lei Federal, que regulamenta o trânsito de veículos e pedestres: o Código Nacional de Trânsito. Nele, podemos encontrar normas de circulação e conduta para que todos possam ir e vir com segurança e sem conflitos.

Muitos motoristas e pedestres não seguem as leis, o que pode provocar a ocorrência de vários acidentes de trânsito. Os dados estatísticos mostram índices preocupantes. Para as pessoas se conscientizarem desse perigo, o Brasil sempre elabora campanhas para a educação no trânsito, que chamam a atenção para a necessidade de respeitar a faixa de pedestres, usar cinto de segurança, não dirigir alcoolizado, utilizar cadeirinha para crianças no carro, etc. A educação no trânsito não se limita apenas a ensinar regras de circulação, mas também deve contribuir para formar cidadãos responsáveis, autônomos, comprometidos com a preservação da vida.

No cotidiano, o cidadão assume diversos  papéis,  em diferentes  momentos: pedestre, passageiro, condutor.  Devemos agir cooperativamente em cada uma destas situações. Uma atenção a mais ou gentileza podem desarmar a irritação do outro.

Faça a sua parte

Muitas vidas seriam poupadas se o causador de um acidente tivesse colocado em prática o que  todos  sabem: não beber antes de dirigir, revisar o veículo periodicamente, não ultrapassar em lugares proibidos e respeitar os limites de velocidade. Essas são ações geradoras  de mais segurança e melhor qualidade de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here