Câmara Municipal de Nova Alvorada do Sul vive seus piores momentos

0

A Câmara Municipal de Nova Alvorada do Sul atravessa neste ano de 2019 o pior momento desde a sua fundação em 1991.

Incompetência administrativa, esse é o principal problema que o legislativo municipal atravessa. Além da incompetência administrativa, o grande ego e a falta de humildade faz dessa presidência uma das piores que já se passaram em todas as legislaturas do município.

Nunca na história do legislativo municipal um presidente teve que cumprir medidas restritivas de direito onde o presidente esteja proibido de se ausentar do municipio por longo período sem pedir autorização judicial ou simplesmente não poder beber em público, também está proibido de frequentar alguns lugares. Além disso é obrigado a comparecer todos os meses ao fórum do município para assinar no cartório judiciário que está cumprindo corretamente as medidas restritivas.

Conforme apurado pela reportagem o Presidente da Câmara estaria sendo investigado por suspeita de compra de votos nas eleições municipais de 2016 e teria conseguido um acordo com a Justiça eleitoral para que o processo fosse arquivado e não fosse condenado criminalmente e com consequencia a perca do mandato, no acordo foram impostas medidas restritivas pela Justiça eleitoral para que o processo fosse arquivado e caso descumpra qualquer uma das medidas imposta pela justiça o processo voltará a ter prosseguimento. Até o momento nenhum vereador pediu explicação ao nobre presidente.

Outro motivo que coloca essa presidência em descredito perante a população é a troca de favores por cargos em comissão, até o momento três servidores de ilibada reputação que a muitos anos estiveram a frente de seus cargos devido a extrema competência, foram substiruidos por indicação politica ou troca de favores, em algum caso substituidos por servidor sem qualquer experiência e competência para ocupar o cargo.

Um outro agravante é o clima de terror vivido pelos funcionários do legislativo, conforme um servidor informou a perseguição e o assédio moral está insustentável, qualquer comentário ou questionamento o servidor sofre as consequencias. Assim disse o servidor.

Mas também é visível o clima de descontentamento entre os proprios vereadores que elegeram o presidente, acordos nunca foram cumpridos, o principal deles seria que toda mudança deveria primeiro ser discutida entre a mesa diretora e isso nunca ocorreu, as mudanças arbitrarias estão pegando até mesmo os vereadores de surpresa.

A folha de pagamento aumentou significativamente, diarias distribuidas a vontade, cota de gasolina e ainda existe a previsão de se gastar mais de R$ 200 mil com a construção de outros gabinetes e reforma do prédio da Câmara, gasto este desnecessário desperdício de dinheiro público, e sim somente para alimentar o ego em ver o nome gravado na placa da inauguração da obra.

Recentemente uma calorosa discussão ocorreu entre vereador e servidor, gritos puderam serem ouvidos até na área externa do prédio da Câmara Municipal.

Resta a população Sulnovaalvoradense aguardar a passagem desses tempos sombrios que atravessa o legislativo, após a passagem de quase um ano a frente da presidência do legislativa a população hoje entendeu o slogan “Nova Camara”, utilizado antes a escolha da nova presidência, que aliás perdeu todos os seus apoiadores por não cumprir com o que foi proposto antes da eleição.

Maa ainda resta uma esperança a população, a anulação da eleição que ocorreu em agosto de 2018, pois o judiciário já entendeu que a eleição da atual mesa diretora ocorreu de forma irregular, inclusive a atual presidência já foi condenada a deixar o cargo e somente se mantém no cargo devido a uma liminar conseguida no apagar das luzes do recesso do judiciário em 2018, mas o recurso protocolado pela outra parte começou a ter andamento e em breve novidades podem acontecer.

Ainda resta um fio último suspiro para a população em ver a Câmara Municipal trabalhando em prol da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here