Após declaração polêmica de Bolsonaro, MS entra na onda e faz campanha contra turismo sexual

No Nordeste, estados de Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte e Maranhão lançaram campanhas que recriminam turismo sexual

0

Após declaração polêmica de Bolsonaro, em que reforçou que o Brasil “não pode ser o país do turismo gay. Temos família, mas quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade”, Mato Grosso do Sul entrou na onda de outros estados e está com uma campanha contra o turismo sexual.

Pensando em desconstruir a ideia de exploração sexual e abusos a mulheres brasileiras, várias entidades lançaram, na última semana, campanhas contra esse tipo de atitude. No Nordeste, já fazem parte da iniciativa os estados de Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte e Maranhão.

Já em MS, a agência VisitMS, da Fundação de Turismo, lançou, na tarde desta terça-feira (30), a campanha “Mato Grosso do Sul está à disposição dos turistas. A mulher sul-mato-grossense não”.

“Mato Grosso do Sul está de portas abertas a todos os turistas. Sem distinção! Não corroboramos com a intolerância, exploração sexual. Ou qualquer atitude discriminatória”, reforçou na conta do Twitter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here